quarta-feira, 6 de junho de 2012

Enlace

ata-me ao teu lado
laço
que me enlaço
em teu ser

cada vez mais

ata-me ao teu corpo
ameaço
dores de amor ter
descompasso
com-passos corrediços
eu vou

ata-me e esse olhar
olhas meu jeito
ruborizo
imaginando querer
quereres eu sei

de cor

as cores dessa pele
tuas curvas e vales
montanhas
percorrer-hei

com as mãos sedentas
faz frio aqui
e meu corpo
ah, ele queima!

*
Por ti, por ti amor

Joice Furtado - 06/06/2012

1 comentários:

Aureliano disse...

Olá, Joice!

Lindo espaço. Lirismo, sensualidade, amor. Belos poemas.Gostei muito desta visita e a coloquei em meu roteiro de viagem.
Abraço,
Aureliano.