terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Desejo intenso




Me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.
Clarice Lispector

Eu quero o seu olhar
quando me ama
Esse suspiro ao me abraçar
Quero nossos corpos nus,
extasiados sobre a cama
Beijar seu corpo, beijar pleno
Percorrer os seus relevos
até o intimo, nossos segredos
Desfiar os sentidos, um a um,
languidamente,
com minha língua percorrendo
você,
ora suave, ora ligeira,
molhada de prazer
Incessante!
Saborear sua pele 
em ondas cálidas de emoção
Sentir pulsar em mim o sangue,
entregando-me ao ato
de volúpia, desejo intenso, satisfação.


Prazer verdadeiro é aquele que é desfrutado com alguém de nossa intimidade, e se amamos então, melhor. Esse alguém com quem não precisamos ficar paranoicos em relação a aparência, desempenho ou em parecer vulgar ou ingênua. Prazer de verdade é quando em meio a muitas opções oferecidas, seu corpo e sua mente ardem somente por aquela pessoa e você espera, espera por estarem juntos, fantasia, inventa histórias mais absurdas na mente enquanto não passa o dia, até rever, até ser de novo, até....

1 comentários:

manuel marques disse...

"Quando desejamos pomo-nos à disposição de quem esperamos."

Beijo.