terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Exato



Tens-me de improviso
No chão, na sala,
no tapete do quarto
Tens-me entre afagos, gemidos
Desejo que me queima a pele
Fogo insensato!
Desperta as sensações mais belas,
o íntimo encharca
até sermos prazer,
completo, exato.

1 comentários:

Willians Rodrigues disse...

Nada como tornar-se um só ser, nem se for somente por algumas horas, nada como o prazer do prazer de estar no laço da sexualidade. Belos versos, quentes e ardentes.

Abrãços Will (Poeta de Vênus), me add no messenger willians-mccs@hotmail.com