quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

D'alma

Imagem: Web
Eu te leio
tateio a tua pele
sentidos exatos
fantasio

curvas da palavra
linhas definidas
retiro a tua roupa
vestimenta célebre

nua aos meus olhos
és forma
descomplicada posa
pousa sobre mim

provo do sublime
fico tonto com mosto
vinho suave tens
quanto gosto

olhar d'alma
não me mortificas, gozo
composta e individualmente
Amo

Joice Furtado - 09/01/2013

1 comentários:

Karinne Santiago disse...

a amante se reverte em poesia e sedução...

Beijimmm