sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Aprendizado


"Viver com alguém que se ama não é apenas uma oportunidade de conhecer o outro, mas é a maior chance de entrar em contato consigo mesmo. Apenas quando nos vemos é que percebemos o medo de nós mesmos e nos aceitamos como realmente somos. Começamos, então, a nos capacitar para o amor."


Esse "capacitar-se" que é maravilhoso. Quando agente começa a enxergar a pessoa como um ser, que tem suas vontades, seus erros, suas alegrias e tristezas; e que esse ser não nos pertence, que devemos nos alegrar pela pessoa desejar o nosso amor e o corresponder. Devemos nos alegrar porque a pessoa quer estar conosco. Ela poderia escolher não estar e, se escolhesse, merecia respeito por essa decisão. Ninguém fica junto por força ou cobranças, mas porque se sente feliz em estar ao nosso lado. (Como um amigo me falou). Só existe relacionamento possível assim. Honrando e respeitando o seu e o sentimento alheio, a sua individualidade e a  do outro.

1 comentários:

Adriano César Curado disse...

Viver com alguém que se ama é aportar nosso coração numa praia de mansidão, onde nunca chegarão as violentas ondas do mar. Meus parabéns pela postagem, amiga. Beijo de bom final de semana.