sexta-feira, 12 de abril de 2013

Bom dia!

Foto: Flor Garduño

Um belo dia você acorda
Acorda porque é preciso acordar
Abre os olhos e percebe
Deixou de amar 

Um belo dia você acorda
Vira de um lado para o outro da cama
Ali um corpo já não está
Então você se sente bem

Um belo dia você acorda
A corda que a enforcava foi rompida
Quando tudo conversado era crítica
Você suspira e pronto

Um belo dia você acorda
Faz um trato consigo mesma - feliz - 
Tudo que aquele era enoja
Você agora sabe o que diz

Sem um filho da puta que lhe coloca para baixo

Um belo dia, sim, você acorda
Pois dormia um sonho agitado
preenchido de constante pesadelo

Um belo dia, Aff!
Esse é seu verdadeiro conto de fadas (a realidade) 

Agora você pode ser quem quiser 

Pensa:
         a sa-Fada sempre sai ganhando

Joice Furtado 

2 comentários:

Getulio Malveira disse...

Lindo poema, lindo blog!

Abraço
http://protopoetica.blogspot.com

Daniel Barthes disse...

Versos de superação...

A esses vértices devemos estar sempre atentos.
É bom mudar a batida,o arranjo,
a levada da canção.

Bjo.Joice.